NewsSouth America

Início do Quiksilver Pro Gold Coast é adiado na Austrália

Os melhores surfistas do mundo já estavam prontos para competir na terça-feira, mas as condições do mar não eram favoráveis para a abertura do World Surf League Championship Tour 2017 na Austrália. O início do Quiksilver Pro e do Roxy Pro foram então adiados para aguardar por melhores ondas para dar a largada na corrida dos títulos mundiais da temporada na Gold Coast. As previsões apontam boas condições para os próximos dias e a primeira chamada da quarta-feira será as 7h00 na Austrália, 18h00 da terça-feira no fuso horário de Brasília, ao vivo pelo www.worldsurfleague.com

Opening Day Snapper Rocks WSL

Os brasileiros vão disputar as primeiras vagas diretas para a terceira fase do Quiksilver Pro Gold Coast. O potiguar Jadson André está escalado na primeira bateria e estrearia em 2017 no dia do seu aniversário. Ele completou 27 anos na terça-feira e teve um dia livre para festejar com o adiamento, mas terá que estar cedo na praia na quarta-feira de novo para enfrentar o taitiano Michel Bourez e o americano Conner Coffin, se o campeonato começar. Na disputa seguinte, o pernambucano Ian Gouveia faz a sua primeira bateria como top do CT. Ele é a única novidade da "seleção brasileira" esse ano e seu primeiro desafio será contra dois australianos, Stuart Kennedy e o defensor do título do Quiksilver Pro, Matt Wilkinson.

Depois, tem Brasil em dose dupla com o campeão mundial Gabriel Medina e Wiggolly Dantas competindo com outro novato na quarta bateria, Ezekiel Lau, do Havaí. Na quinta, o também paulista Miguel Pupo encara o vice-campeão mundial Jordy Smith, da África do Sul, e o vencedor da triagem na segunda-feira, Nat Young, dos Estados Unidos. Na seguinte, o havaiano John John Florence estreia com a lycra amarela do Jeep WSL Leader contra os australianos Connor O´Leary e o convidado da Quiksilver, Mikey Wright.

Quiksilver Roxy Pro Press Conference WSL

Os brasileiros voltam a competir em quatro baterias seguidas. O paulista Caio Ibelli entra na oitava com o australiano Julian Wilson e o italiano Leonardo Fioravanti. Na nona, o potiguar Italo Ferreira enfrenta o campeão mundial Joel Parkinson e o francês Joan Duru. Na décima, tem o vencedor do Quiksilver Pro em 2015, Filipe Toledo, contra o australiano Adrian Buchan e o português Frederico Morais. E na 11.a, o campeão mundial Adriano de Souza fecha a participação brasileira contra mais dois australianos, Josh Kerr e Bede Durbidge.

Se o World Surf League Championship Tour 2017 começar pela categoria feminina, a única representante do Brasil e da América do Sul no grupo das top-17 que vai disputar o título mundial esse ano, Silvana Lima, só compete na quarta das seis baterias da primeira fase. As primeiras adversárias da cearense são a vice-campeã mundial Courtney Conlogue, dos Estados Unidos, e a francesa Pauline Ado, que também se classificou para a elite pelo WSL Qualifying Series no ano passado, que terminou com Silvana em primeiro lugar no ranking.

World Surf League
Download it for free on the App store. Download it for free on Google Play.
Download
Download